domingo, 17 de abril de 2011

Aprenda receitas com o fruto do Cambuci, típico da Mata Atlântica


... O Cambuci dá em Paranapiacaba, no meio da Mata Atlântica, é um fruto que nunca se acaba e serve de estudo para a botânica
Eu nasci no Cambuci, na rua dos Lavapés, foi dali que eu parti para em São Bernardo por meus pés

Lá, na Vila, tem um festival que tem o Cambuci como assunto; não é uma ideia nada mal tomar o licor com presunto ...
(poema de Vicente Lamarca)

Foto: DivulgaçãoAmpliar
Cambuci: frutinho típico da Mata Atlântica
Nativo da Mata Atlântica, o fruto do cambuci (cuidado para não confundir com a pimenta de mesmo nome) surpreende com seu sabor agridoce e sua forma arredondada e achatada. A frutinha já era apreciada pelos índios desde a época pré-colombiana. Devido ao formato, que lembra as panelas de cerâmica usadas por eles, foi batizada pelos nativos de cambuci, que significa "vaso" ou "pote". A fruta era abundante em toda a região da Serra do Mar, principalmente em São Paulo e no Rio de Janeiro.
Uma cachaça curtida com o fruto agradou os tropeiros no século XVIII. Nessa época, o então bairro do Cambuci, em São Paulo, era um ponto de parada desses viajantes. Estava ali a entrada da cidade para quem subia a serra e passava pelo Córrego do Lavapés (hoje a rua dos Lavapés) -- o riozinho ganhou este nome porque era ponto de parada dos tropeiros, que lavavam os pés, descansavam e experimentavam a famosa aguardente com cambuci antes de seguir viagem. Parece que a tradição dessa pinga, aliada ao grande número de cambucizeiros no local, foi o que deu origem ao nome do bairro. Infelizmente, hoje se encontram poucos exemplares da árvore por lá e quase ninguém associa o bairro com a fruta.
Há algum tempo o cambuci está ameaçado de extinção, sendo encontrado com mais frequência na cidade de Paranapiacaba, distrito de Santo André, no ABC Paulista. Lá, essa fruta rica em vitamina C, faz parte da tradição local, mas era usada até pouco tempo quase que exclusivamente para fazer a típica pinga curtida com cambuci.
Em 2004, o Festival do Cambuci de Paranapiacaba iniciou um movimento de resgate da frutinha. O evento inclui um concurso gastronômico, que premia as melhores receitas de salgados, doces e bebidas com cambuci, além de barraquinhas com guloseimas e artesanato. Hoje, já na sua oitava edição, o festival estimulou a confecção de vários tipos de sucos, geleias, doces, musses e molhos, aumentando o leque de opções para o uso da fruta. No ano passado, a vencedora no quesito bebida foi a culinarista Sandra Aleixo Castela, com o milkshake de cambuci (veja receita abaixo). Neste ano, o festival ocorre nos finais de semana de abril e o concurso, do qual participa a comunidade local, será neste sábado, dia 16, às três horas da tarde.
A partir dessa iniciativa surgiu também a Rota do Cambuci, que já vai para sua terceira edição. A programação começa em abril e termina em setembro. O ponto de partida é o bairro do Cambuci, passando pelas cidades da Serra do Mar: Vila de Paranapiacaba, Rio Grande da Serra, Salesópolis, Paraíbuna e Mogi das Cruzes, com feiras gastronômicas em cada local, produtos à base da fruta e artesanato. “O movimento gerou uma rede tão grande que mexeu com todas as frutas nativas e incentivou muitos produtores a plantar o cambuci”, diz Douglas Bello, do Sítio do Bello.
Esse chá de sumiço pelo qual a fruta passou comercialmente motivou o Slow Food (filosofia de origem italiana presente no Brasil, que, em linhas gerais, defende conceitos como produção sustentável e consumo consciente) a incluir o cambuci na “Arca do Gosto”, um catálogo eco-gastronômico que identifica, localiza e divulga sabores ameaçados de extinção, mas ainda com potenciais produtivos e comerciais.
Todas essas iniciativas também despertaram alguns produtores e chefs para o sabor agridoce do cambuci. Douglas Bello, por exemplo, teve a iniciativa pioneira de plantar frutas nativas numa área de manancial da cidade de Paraibuna, em São Paulo. A ideia era transformar o cultivo em uma ferramenta para reverter o processo de degradação da mata nativa. Em 2005 ele começou a comercializar as frutas. “O Brasil tem um enorme potencial de frutas, mas só poucas variedades são vendida no mercado, sendo que a maioria delas não é nativa”, diz Douglas.
Hoje, estimulados por essa movimentação, muitos chefs de cozinha estão utilizando o cambuci em suas receitas. Um bom exemplo é o confeiteiro Flavio Federico, da Só Doces, que já fez recheio para o macaron e hoje tem o sorvete de cambuci em sua loja.

Receita de Sandra Aleixo Castela, culinarista e quituteira, tel. (11) 6477-5778
Rendimento: 1 copo de 300ml

Ingredientes 
Para o sorvete de cambuci:
1 litro de leite
8 cambucis maduros
1 lata leite condensado
1 lata creme de leite
6 colheres (sopa) de pó para sorvete

Para o milkshake:
¼ cambuci com a casca 
200ml leite 
2 colheres (sopa) de açúcar 
3 bolas sorvete de cambuci 
Calda de chocolate para decorar

Modo de preparo
Para o sorvete de cambuci:
Bata o leite com o cambuci e deixe no congelador por 6 horas. Retire e bata novamente com leite moça, creme de leite e pó para sorvete de nata por 15 minutos, na batedeira. Coloque em um pote e leve ao congelador por cerca de meia hora. Está pronto para servir.

Para o milkshake de cambuci:
Bata todos os ingredientes no liquidificador, decore com a calda de chocolate e sirva na hora.

Serviço
Festival do Cambuci de Paranapiacaba 
Informações com o Departamento de Turismo da Prefeitura de Santo André, tel. (11) 4433.0752.

Rota Gastronômica do Cambuci
Informações no tel. (11) 3208-2399 ou pelo e-mail rotagastronomicadocambuci@gmail.com

3 comentários:

Rose Tunala disse...

Conheci o Cambuci há alguns anos e me tornei fã, inclusive eu plantei alguns exemplares em meu sítio em Vargem Alta no Espirito Santo. nesse fim de semana tive a felicidade de colher o primeiro fruto.
Faço uma geleia muito boa de cambuci, o licor também fica especial.
Gostei muito dessa matéria.
Abraços

Sammis Reachers disse...

Obrigado pela visita e pelo comentário, Rose.
Esse papo de geléia de cambuci me deu uma tremenda água na boca!

Alvaro Ramires disse...

Meu nome é Lourdes ,por acaso você sabe alguma receita de geleia de Cambuci ,(fruta) ,se sim poderia me enviar?.PS para sanramiress@yahoo.com.br.Desde ja meu muito obrigada

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...