sábado, 6 de dezembro de 2008

Filme evangélico faz bilheterias pegarem fogo!

Ao mesmo tempo em que ‘Fireproof’ estoura nas bilheterias, o filme sobre a vida de Billy Graham, ‘Billy: The Early Years’, não alcança o sucesso esperado.

Dois anos atrás, Desafiando Gigantes, um filme de baixo orçamento sobre esportes, feito por voluntários na Igreja Batista de Sherwood, na Albânia, Geórgia, atingiu a marca de US$ 10 milhões, sendo que seu orçamento havia sido de US$ 100 mil.

Este ano, Sherwood atingiu um sucesso maior quando Fireproof, um filme sobre crise no casamento, feito com orçamento de US$ 500 mil, superou até os US$ 25 milhões levados pelo filme da Big Idea Productions, Jonah: A VeggiTales Movie (Jonah e os Vegetais), de 2002 – na realidade, arrecadou US$ 28.327.659, de acordo com BoxOfficeMojo.com.

Mas, enquanto Fireproof atraiu uma grande quantidade de público, Billy: The Early Years, filme sobre Billy Graham, fracassou. Feito com US$ 5 milhões, o filme ganhou apenas US$ 347 mil em suas três primeiras semanas e saiu das salas de exibição. Fireproof alcançou US$ 8.148 por sala em sua semana de abertura; Billy alcançou meros US$ 681.

O produtor de Billy, Larry Mortoff, disse que o sucesso de Fireproof, ironicamente, deve ter prejudicado seu filme. “Talvez o mundo cristão consiga absorver um filme cristão por vez, e Fireproof deve ter ocupado esse lugar.” Mortoff disse que sua equipe estava pensando numa estratégia do tipo “segunda onda” de lançamentos teatrais e estava confiante de que se sairiam bem com as vendas de DVD e as negociações para a TV.

Os distribuidores de Fireproof, incluindo a marca cristã Provident e a secular Samuel Goldwyn, creditam o sucesso do filme ao seu apelo a um problema universal (a crise no casamento) e ao fato de que foi produzido por pessoas da igreja, que representam o público-alvo. O filme também foi divulgado no show do Dr. Phil, que dedicou um episódio ao tema “colocando à prova de fogo seu casamento”.

O sucesso de Fireproof vai além do próprio filme: The Love Dare (Dia do Desafio), um livro com venda casada, co-escrito pelo diretor Alex Kendrick e seu produtor e irmão Stephen (ambos pastores em Sherwood), vendeu 600 mil cópias em semanas, alcançando o primeiro lugar no ranking dos livros de aconselhamento mais vendidos do The New York Times.

Alex Kendrick diz esperar por um orçamento maior para o próximo filme de Sherwood, embora ele e sua equipe ainda não tenham decidido qual será a história a ser contada. Com o dinheiro extra, vem o desafio de equilibrar o ministério com a melhora artística – um desafio parcialmente encontrado em Fireproof, no protagonista Kirk Cameron, que praticamente atuou de graça.

“Queremos utilizar nossos membros da igreja tanto quanto for possível, mas, ao mesmo tempo, reconhecemos que, de fato, em algum ponto você tem de ir além dos membros da igreja para manter a qualidade da arte”, diz Kendrick.

Craig Detweiler, co-diretor do Instituto Reel Spirituality no Seminário Teológico Fuller, diz que os Kendricks descobriram como interagir com um público que não vai muito ao cinema. É porque, diz ele, são pastores que, todo o tempo, trabalham com “pessoas reais e suas lutas do dia-a-dia”.

via Portal Cristianismo Hoje - http://www.cristianismohoje.com.br/

Copyright © 2008 por Christianity Today International

Um comentário:

james disse...

Graça e paz vos sejam multiplicadas, irmão Sammis Reachers.

Pelo que parece, não estão interessados na vida de Billy Graham, estão sim, preocupados com suas vidas cotidianas, casamento, etc...

Deus o abençoe por sua rica visita ao nosso humilde blog, por ter-nos adicionado neste rico espaço, o que também assim o fizemos.

Fraternalmente.
James.
www.jesusmaioramor.blogspot.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...